Sorologia da Raiva de cachorros




Pois é. Lá vem essa história novamente - mas adivinhem: tem muita gente com dúvida nisso, então atura ou surta

Se você tem um doguinho e pensa em viajar para fora da América do Sul com ele, este post é importante para você. Mas por quê? 

Bem, existe uma série de regras para viajar com seu cachorrinho de avião e, para países fora da América do Sul (e alguns outros locais) que já tiveram a raiva erradicada, você, portador do doguinho, precisa provar que ele está devidamente imunizado. 

NESTE POST falei sobre outra regra imprescindível e que deve ser realizada ANTES da sorologia: a implantação de um microchip. Ele é menos dolorido que uma tatuagem e mais seguro também.  

Agora, vamos entender esse processo e também falar um pouquinho sobre a minha experiência.


Anualmente, seu cachorro precisa obrigatoriamente tomar uma dose de reforço da vacina da raiva. Isto porque o Brasil não é um país erradicado desse mal e sua incidência leva não só à morte do pobre bichinho como a possível disseminação para outros bichos e para seres humanos. 

Toda vez que ele recebe o reforço obrigatório, os anticorpos imunizadores se elevam e protegem o bichinho da contaminação. À medida que a vacina vai "vencendo", esses anticorpos diminuem e seu cachorro pode estar em risco. 

No meio deste ano, fiz a implantação do microchip na Lola (com sucesso!) e um mês depois dei o reforço da vacina da raiva. A vacina foi realizada com a veterinária que Lola está acostumada a ir para isso e acabei tendo sorte porque ela já tinha realizado o processo de sorologia algumas vezes e soube me explicar bem, além de indicar laboratório, fazer orçamento, enfim, todo o procedimento necessário. 

Um mês EXATO após o reforço da raiva, levei a Lola de volta à veterinária e fizemos um exame de sangue simples. É rápido e praticamente indolor (rola a picada da agulha). O valor para isto varia entre R$ 50,00 e R$ 90,00 - vai depender do seu veterinário. 

A partir disso, o sangue da Lola foi armazenado na geladeira, em temperatura e compartimento adequados, por algumas horas - tempo necessário para o transporte do laboratório especializado buscar a amostra. O laboratório é responsável por buscar essa amostra, transformá-la em soro perfeitamente adequado para o teste e depois enviá-lo para o Centro de Zoonoses de São Paulo. Este processo demora, em geral, uma semana e é aí que o valor salga. Pelo que pesquisei, o valor costumava ser bem mais barato, mas com o aumento da procura, eles começaram a abusar. O lugar mais caro que encontrei no Rio de Janeiro estava cobrando R$ 1.100,00 por isso.

O soro, como expliquei, é enviado para São Paulo, para o CZZ - único estabelecimento brasileiro autorizado internacionalmente para realizar a sorologia da raiva. O teste é realizado por um especialista que, ao constatar que o cachorro tem, pelo menos, 0,5 UI/ml, libera o laudo comprovando a imunização ideal de seu doguinho. 

Apesar do custo elevado, a sorologia pode ser um documento eterno. Eu digo que pode, porque depende unicamente de você. Se é uma pessoa que sempre mantém as vacinas do seu cachorro em dia não precisa nem se preocupar. A sorologia é válida enquanto você não atrasar e não deixar de dar a vacina da raiva no período correto. 

Com o laudo ok, o CZZ enviará por Sedex o documento para o veterinário solicitante (no caso, a veterinária responsável pela vacinação da Lola). Após o exame de sangue, demorou pouco mais de trinta dias úteis para o laudo chegar em minhas mãos. Por isso, se pretende fazer isso para ontem, esqueça! Tem que ter paciência  porque nenhum lugar (mesmo que pague dois mil reais) não poderá te dar um prazo menor. 

Após o recebimento do laudo dando ok, você terá que obrigatoriamente permanecer por três meses no Brasil, em estado de quarentena. A data de liberação do laudo fica registrado nele, então não dá para mentir para o pessoal do aeroporto que irá fiscalizar fervorosamente esse documento. 

Por isso, quando decidir levar seu cachorrinho e realizar todo o procedimento, deverá contabilizar 5 semanas para implantação de chip e reforço da raiva + 30 dias úteis para resultado da sorologia + 3 meses corridos para quarentena - tudo isso antes do embarque

A pouca pesquisa que consegui fazer na internet nunca falava o preço atualizado (eram relatos de, no máximo, 2014) e, apesar do procedimento ser idêntico, a falta de indicação e de preços me deixou um pouco ansiosa e sem saber determinar um "filtro". Isso quer dizer que liguei para praticamente todos os centros veterinários que realizavam o procedimento. 

Meu conselho pessoal é que antes de começarem essa saga, conversem com o veterinário com o qual você e seu cachorro estejam acostumados - primeiro porque precisará de um vet de qualquer forma; segundo - porque como no caso da minha profissional, a sua também pode saber do procedimento e ter um laboratório pra te indicar (o que, diante da minha pesquisa, acabou saindo bem mais barato e mais tranquilo). 


Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

 
Blog © Desenvolvido por Gabi Mello e Liliana Lacerda
voltar para o topo